Denúncia

Empresa acusada de ligação com clã Bolsonaro fechou acordo ilegal de energia com o Paraguai

Alexandre Luiz Giordano, suplente do senador Major Olímpio, foi quem comandou as negociações. O plano era revender a energia mais cara no Brasil e dividir o lucro com a estatal do Paraguai

Novos documentos divulgados pela imprensa paraguaia nesta terça-feira (13) provam que a empresa Léros Comercializadora, que seria ligada à família Bolsonaro, de fato propôs uma oferta ilegal de compra de energia para a Administração Nacional de Eletricidade (Ande), estatal paraguaia que negocia os excedentes da Usina de Itaipu. Os planos eram revender essa energia mais caro no Brasil e dividir o lucro com a estatal. De acordo com o Itamaraty, o trâmite é ilegal e o acordo foi desfeito.

Clique no Link abaixo e leia a matéria completa

https://revistaforum.com.br/noticias/empresa-acusada-de-ligacao-com-cla-bolsonaro-fechou-acordo-ilegal-de-energia-com-o-paraguai/?utm_source=notificacaopush&utm_medium=onesignal

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios